31 de dez de 2015

Último post do ano - Retrospectiva

Imagem: Google
Bom dia gente!!

Último dia do ano hein..Não sei se foi sensação minha mas esse ano passou rápido demais..O meu 2015, foi um ano com muitas surpresas tanto boas quanto ruins.. Conquistei algumas coisas que queria e perdi outras também, mas no saldo final foi um ano bom (apesar dos pesares).

Esse ano pensei sobre esse meu pequeno espaço virtual, se deveria excluir ou continuar postando... e resolvi mantê-lo e ir postando coisas sem muita pressão, no meu tempo e para quem tivesse interesse de me ouvir (ou no caso ler hehe).

Como último post do ano, resolvi dar uma olhadinha em todos os posts que fiz durante o ano de 2015 e relembrar com vocês os cinco mais  lidos. 

Foram esses:













Esses foram os cinco posts mais lidos de 2015. O post foi curtinho mas o intuito era relembrar... Se você tem um blog, já fez sua retrospectiva? Ou se não tem é hora de relembrar o que fez no decorrer do ano, agradecer pelo ano que teve e estipular metas para o ano novo.
E aproveito para desejar um 2016 repleto de coisas boas e muitas realizações para todos.Ano que vem a gente se vê por aqui..
Agora vou estipular minhas metas para 2016.

Ah! fiz uma montagem em um site chamado 2015 best nine que seleciona as fotos mais curtidas do seu instagram e achei que ficou a coisa mais linda e me fez recordar cada momento que passei....


Beijos.

11 de dez de 2015

Itália #6 Veneza


Ponte Rialto - que também estava em reforma
Semana passada, liguei a TV e estava passando um filme do Heath Ledger chamado Casanova,que conta a história de um grande conquistador que viveu em Venezaa (já citei em uma listinha aqui)...

Isso me fez ficar saudosista e fiquei vendo algumas fotos da viagem e percebi que não tinha postado sobre a viagem por aqui. 
Ao longo de toda viagem, encontramos vários brasileiros perdidos em terras italianas e enquanto estávamos na fila do museu em Florença, uma mulher se aproximou de nós e começamos a conversar. Era uma senhora muito agradável por sinal, que tinha acabado de chegar de Veneza.. contamos que esse seria nosso próximo destino e ela já nos preparou psicologicamente para o calor que estava fazendo por lá, que era insuportável, que o sol era muito forte, enfim... achei que não era tuuuuudo aquilo,mas acreditem, aquela senhora simpática da fila do museu tinha toda razão...


Chegamos, paramos o carro em um grande estacionamento onde tinha também trailers, caminhões, vans... afinal, por conta dos canais os únicos transportes em Veneza são barcos, táxis aquáticos e similares... Pegamos um vaporetto, o transporte público de lá, e fomos em direção a Praça de São Marcos.. Juro pra vocês, quando desci do vaporetto e vi aquele espaço imenso a céu aberto, com um sol de rachar mamona e repleto de gente, pensei que ali seria meu fim hehehe não tenho condicionamento pra isso não hehehe e detalhe, não sabíamos onde era o hotel... 

Depois de muito caminhar encontramos nosso hotel numa ruela muito simpática, deixamos nossa malinha no hotel e fomos bater perna (aqui vai uma dica: coloque tudo que puder em uma mochila ou uma mala bem pequena pois é impossível andar em Veneza carregando malas enormes).


Primeiro passeio obrigatório: andar de gôndola...Ir em Veneza e não andar de gôndola não faz sentido nenhum heheh..  O passeio custou €80 mas como estávamos em seis pessoas acabou compensando (outra dica pra não enlouquecer e acabar não aproveitando a viagem é evitar fazer conversão do euro para o real).

O gondoleiro falava um pouco de português e foi contando mais ou menos sobre os lugares que estávamos passando, inclusive passamos por uma casa que segundo ele foi de CasaNova (não acreditei mas fiz cara de contente).

Grande Canal


Amei o passeio mas em alguns momentos fiquei um pouco aflita, pois balançava demais principalmente quando o gondoleiro sai dos pequenos canais e ia para o Grand Canal onde o movimento era mais intenso.

Congestionamento de Gôndolas
A noite jantamos em um lugar muito simpático e fomos caminhar pelas ruelas, o lugar já não tinha o movimento de durante o dia e o clima estava bem fresquinho.

Não fiz questão de comprar muita coisa ao longo da viagem, mas uma coisa eu queria e muito: uma máscara veneziana. Logo pela manhã, eu e meus primos fomos andar nas ruelas e as lojas ainda estavam começando a abrir, encontramos uma loja de máscaras linda e resolvemos entrar. O senhor que trabalha lá foi muito, mas muito simpático mesmo e começou a contar as histórias de cada máscara e quem tinha o costume de usar.

Uma das várias vitrines lindas espalhadas por Veneza
Explicou também que a verdadeira máscara veneziana é feita com inúmeras camadas de papel e é um trabalho muito delicado e demorado (foi o que consegui entender heheh).

Depois de quase 1 hora e de ter me apaixonado por várias, escolhi uma máscara usada pelas colombinas...mas a vontade era trazer todas... Ela está guardadinha a espera da próxima festa a fantasia hehehe



Trouxe também algumas coisinhas para o meu enxoval (as pessoas ainda fazem enxoval?)..

A Basílica de São Marcos estava em reforma, mas nem por isso perdeu sua beleza.. não entrei para conhecer pois a fila era imensa, mas fiquei observando por fora e vendo o movimento ao seu redor.

Basílica de São Marcos - detalhe para o mar de gente.



 Antes de viajar, ouvi e li muito sobre o cheiro de Veneza, dizendo que era insuportável devido aos vários canais, mas felizmente não passei por essa experiência, não senti cheiro nenhum..

Fiquei tão encantada que não queria mais ir embora... queria andar mais, explorar mais, me perder mais nas ruelas hehehe e sem falar que os italianos de lá eram muito educados e receptivos (diferentes dos que encontramos em outras bandas).

Detalhes

Fim de tarde e sem filtro
Diz a lenda, que quem joga uma moeda na Fontana Di Trevi um dia voltará em Roma... Será que essa lenda também vale para outros lugares da Itália, tipo Veneza? hehehe

Tem um videozinho do passeio de gôndola lá no meu instagram (@gabipiazza), passa lá!
Beijos e até a próxima!


Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©