31 de dez de 2015

Último post do ano - Retrospectiva

Imagem: Google
Bom dia gente!!

Último dia do ano hein..Não sei se foi sensação minha mas esse ano passou rápido demais..O meu 2015, foi um ano com muitas surpresas tanto boas quanto ruins.. Conquistei algumas coisas que queria e perdi outras também, mas no saldo final foi um ano bom (apesar dos pesares).

Esse ano pensei sobre esse meu pequeno espaço virtual, se deveria excluir ou continuar postando... e resolvi mantê-lo e ir postando coisas sem muita pressão, no meu tempo e para quem tivesse interesse de me ouvir (ou no caso ler hehe).

Como último post do ano, resolvi dar uma olhadinha em todos os posts que fiz durante o ano de 2015 e relembrar com vocês os cinco mais  lidos. 

Foram esses:













Esses foram os cinco posts mais lidos de 2015. O post foi curtinho mas o intuito era relembrar... Se você tem um blog, já fez sua retrospectiva? Ou se não tem é hora de relembrar o que fez no decorrer do ano, agradecer pelo ano que teve e estipular metas para o ano novo.
E aproveito para desejar um 2016 repleto de coisas boas e muitas realizações para todos.Ano que vem a gente se vê por aqui..
Agora vou estipular minhas metas para 2016.

Ah! fiz uma montagem em um site chamado 2015 best nine que seleciona as fotos mais curtidas do seu instagram e achei que ficou a coisa mais linda e me fez recordar cada momento que passei....


Beijos.

11 de dez de 2015

Itália #6 Veneza


Ponte Rialto - que também estava em reforma
Semana passada, liguei a TV e estava passando um filme do Heath Ledger chamado Casanova,que conta a história de um grande conquistador que viveu em Venezaa (já citei em uma listinha aqui)...

Isso me fez ficar saudosista e fiquei vendo algumas fotos da viagem e percebi que não tinha postado sobre a viagem por aqui. 
Ao longo de toda viagem, encontramos vários brasileiros perdidos em terras italianas e enquanto estávamos na fila do museu em Florença, uma mulher se aproximou de nós e começamos a conversar. Era uma senhora muito agradável por sinal, que tinha acabado de chegar de Veneza.. contamos que esse seria nosso próximo destino e ela já nos preparou psicologicamente para o calor que estava fazendo por lá, que era insuportável, que o sol era muito forte, enfim... achei que não era tuuuuudo aquilo,mas acreditem, aquela senhora simpática da fila do museu tinha toda razão...


Chegamos, paramos o carro em um grande estacionamento onde tinha também trailers, caminhões, vans... afinal, por conta dos canais os únicos transportes em Veneza são barcos, táxis aquáticos e similares... Pegamos um vaporetto, o transporte público de lá, e fomos em direção a Praça de São Marcos.. Juro pra vocês, quando desci do vaporetto e vi aquele espaço imenso a céu aberto, com um sol de rachar mamona e repleto de gente, pensei que ali seria meu fim hehehe não tenho condicionamento pra isso não hehehe e detalhe, não sabíamos onde era o hotel... 

Depois de muito caminhar encontramos nosso hotel numa ruela muito simpática, deixamos nossa malinha no hotel e fomos bater perna (aqui vai uma dica: coloque tudo que puder em uma mochila ou uma mala bem pequena pois é impossível andar em Veneza carregando malas enormes).


Primeiro passeio obrigatório: andar de gôndola...Ir em Veneza e não andar de gôndola não faz sentido nenhum heheh..  O passeio custou €80 mas como estávamos em seis pessoas acabou compensando (outra dica pra não enlouquecer e acabar não aproveitando a viagem é evitar fazer conversão do euro para o real).

O gondoleiro falava um pouco de português e foi contando mais ou menos sobre os lugares que estávamos passando, inclusive passamos por uma casa que segundo ele foi de CasaNova (não acreditei mas fiz cara de contente).

Grande Canal


Amei o passeio mas em alguns momentos fiquei um pouco aflita, pois balançava demais principalmente quando o gondoleiro sai dos pequenos canais e ia para o Grand Canal onde o movimento era mais intenso.

Congestionamento de Gôndolas
A noite jantamos em um lugar muito simpático e fomos caminhar pelas ruelas, o lugar já não tinha o movimento de durante o dia e o clima estava bem fresquinho.

Não fiz questão de comprar muita coisa ao longo da viagem, mas uma coisa eu queria e muito: uma máscara veneziana. Logo pela manhã, eu e meus primos fomos andar nas ruelas e as lojas ainda estavam começando a abrir, encontramos uma loja de máscaras linda e resolvemos entrar. O senhor que trabalha lá foi muito, mas muito simpático mesmo e começou a contar as histórias de cada máscara e quem tinha o costume de usar.

Uma das várias vitrines lindas espalhadas por Veneza
Explicou também que a verdadeira máscara veneziana é feita com inúmeras camadas de papel e é um trabalho muito delicado e demorado (foi o que consegui entender heheh).

Depois de quase 1 hora e de ter me apaixonado por várias, escolhi uma máscara usada pelas colombinas...mas a vontade era trazer todas... Ela está guardadinha a espera da próxima festa a fantasia hehehe



Trouxe também algumas coisinhas para o meu enxoval (as pessoas ainda fazem enxoval?)..

A Basílica de São Marcos estava em reforma, mas nem por isso perdeu sua beleza.. não entrei para conhecer pois a fila era imensa, mas fiquei observando por fora e vendo o movimento ao seu redor.

Basílica de São Marcos - detalhe para o mar de gente.



 Antes de viajar, ouvi e li muito sobre o cheiro de Veneza, dizendo que era insuportável devido aos vários canais, mas felizmente não passei por essa experiência, não senti cheiro nenhum..

Fiquei tão encantada que não queria mais ir embora... queria andar mais, explorar mais, me perder mais nas ruelas hehehe e sem falar que os italianos de lá eram muito educados e receptivos (diferentes dos que encontramos em outras bandas).

Detalhes

Fim de tarde e sem filtro
Diz a lenda, que quem joga uma moeda na Fontana Di Trevi um dia voltará em Roma... Será que essa lenda também vale para outros lugares da Itália, tipo Veneza? hehehe

Tem um videozinho do passeio de gôndola lá no meu instagram (@gabipiazza), passa lá!
Beijos e até a próxima!

23 de nov de 2015

Itália # 5 - Florença - 465 degraus e prato surpresa


Quando achei que a Itália já tinha me oferecido tudo que podia oferecer eis que me deparo com esse lugar incrível e apaixonante... Florença (Firenze em Italiano).

Chegamos no final da tarde e fomos a procura do nosso hotel. De todos os lugares que passamos,esse foi o local mais difícil de encontrar um hotel, mas depois de muito pesquisar (valeu booking!!) encontramos um bem simpático no centro, do ladinho do Mercado Central, que infelizmente não deu tempo de conhecer.


O que mais gostei foi que como o hotel era no centro, deixamos o carro no estacionamento e só o pegamos na hora de ir para o próximo destino e como tivemos que andar bastante, vimos prédios e lugares lindos.Um desses lugares, é a Catedral de Santa Maria del Fiore, uma construção gótica toda clarinha... sério gente, essa construção dá um contraste com as construções próximas que é muito difícil de descrever... 


Para conhecer a igreja e subir até a cúpula...SIM...SOMOS LOUCOS POR CÚPULAS HEHEHE subimos em todas, só no último destino que não, porque ficamos traumatizados com a da Catedral de Florença... Pois subir 465 degraus, com trechos em que só cabia uma pessoa e ainda ter que ficar tomando cuidado para não bater a cabeça no teto não foi fácil não....Tinha trechos tão estreitos em que era difícil respirar e a subida e descida era feita pelo mesmo caminho, ou seja, tivemos que parar várias vezes...Mas valeu a pena, a pintura interna da cúpula retrata o juízo final e é uma obra impressionante, com tantos detalhes que nos faz pensar em como era possível criar obras desse tamanho a tantos anos atrás...

Cúpula da Catedral com a pintura do Juízo final


Em frente a Catedral, tem o batistério e dizem que o prédio é o mais antigo de Florença..E detalhe: as portas são de bronze.

As portas de bronze estavam sendo restauradas - como boa parte dos locais que passamos

Teto do batistério
Almoçamos finalmente em uma Trattoria, que é um restaurante mais com uma atmosfera mais familiar, com boa comida e preços mais camaradas... Em toda viagem foi o lugar em que comi melhor..O lugar parecia uma casa de fazenda e a comida era muito boa... Como já tinha comido muito macarrão, minha escolha foi uma lasanha ao pesto e como no cardápio que  escolhi eu tinha mais uma opção, resolvi escolher um prato com nome diferente para ser surpreendida.. isso foi a diversão do almoço porque todo mundo da mesa ficou apostando qual prato seria servido... o nome bonitinho que eu tinha escolhido no cardápio era cavolo e a minha surpresa foi uma bela salada de repolho (que estava muito boa por sinal) hehehe.
A atmosfera de Florença transmite arte e história, afinal é o berço do renascimento e mesmo que essas áreas não sejam muito sua praia é impossível não sentir e absorver tudo que a cidade tem a oferecer.
Palazzo Vecchio 
Conhecemos a Galleria Degli Uffizzi, que é um palácio que abriga um dos mais antigos museus do mundo. De lá é possível ver a Ponte del Vecchio. A Galleria é imensa e na entrada tem longas escadarias. É repleta de esculturas pelos corredores e possui em seu acervo as mais famosas pinturas... Ficamos procurando até encontrar a pintura de Sandro Botticelli, "O nascimento de Vênus", provavelmente feita no anos de 1485..( lembrei dessa pintura graças as aulas que tive na escola heheh).. é sem dúvida a sala mais movimentada do palácio (que tem aproximadamente 50 salas).. mas a pintura é realmente linda.


Em torno da Galleria há esculturas homenageando homens ilustres da Toscana.


Sente o drama! 
 Agora imaginem vitrines como essa da foto acima espalhadas por toda a cidade hehehe

Na Itália só fui experimentar Pizza em Florença e sinceramente espera mais.. A pizza individual é gigante, não consegui comer nem metade hehehe..Acho que criei uma expectativa grande, pois afinal era a Itália hehehe Estava gostava mas já comi outras melhores...


Um dos meus filmes favoritos é Sob o sol de toscana e sempre que assistia me apaixonava mais pela região da Toscana e ficava imaginando se algum dia conheceria tais lugares e se veria tais paisagens...

Não fui na região onde filmaram o filme (pesquisei muito para tentar incorporar no nosso roteiro, mas não deu), mas pude ver um pouco nas estradas em direção a Florença e fiquei realmente encantada.Espero voltar em Florença e conhecer o que não deu tempo de visitar, porque além do tempo curto, caiu a maior chuva quando estávamos na ponte del vecchio....Mas o lugar além de ser muito limpo e organizado tem um charme indescritível.. 
Resumindo: Amei Florença!

11 de nov de 2015

Minhas compras na Kiko Milano


A primeira vez que ouvi falar na marca Kiko foi no blog Garotas Estúpidas  e desde que marcamos a viagem, já me programei porque queria conhecer a loja.

A Kiko é uma marca italiana e além da Itália, possui lojas na Espanha, França e Alemanha. Tem  loja praticamente em cada quarteirão hehe.. Só consegui visitar a loja nos últimos dias e sem brincadeira, esqueci do tempo lá dentro.. Tá bom, esqueci do tempo duas vezes, pois visitei duas lojas hehehe

Como não conhecia os produtos mas tinha ouvido falar muito bem da marca, economizei um pouco na viagem para poder fazer a festa e comprar um pouquinho de cada coisa.. Pra minha surpresa, os produtos são baratinhos e muito bons...

As lojas são pequenas e sempre ficam lotadas. Com a compra, ganhei essa caixinha lilás para guardar a maquiagem e uma sacola de plástico mais resistente, daquelas de levar pra piscina sabe..


Tem sombra avulsa, quarteto de sombras, delineador, base, corretivo, iluminador, batom que dura pra sempre na sua boca hehehe enfim, renovei meu estoque.

Quero fazer resenha da maquiagem mas não sei nem por onde começar.. Digam nos comentários qual produto devo resenhar primeiro.. Como sou a louca do esmalte, já usei todos e resenhei um deles aqui.

A Kiko não tem lojas no Brasil :( mas ouvi falar que iria abrir uma loja se não me engano em São Paulo... é esperar pra ver..

Para quem for viajar ou conhece alguém que vai, fica a dica de produtos baratinhos e de ótima qualidade!

 http://www.kikocosmetics.com/pt-pt/

Até a próxima!

9 de nov de 2015

Itália #4 Cássia



Olá! 
Saímos do Vaticano na segunda a tarde e fomos em direção a Perúgia, íamos ficar hospedados por lá e conhecer Cássia e Assis. Porém, como nem tudo sai como planejamos, não deu tempo de conhecer os dois e optamos em conhecer Cássia, terra de Santa Rita. Queria muito ter andado por Perugia,mas ficou para uma próxima viagem.

Para chegar em Cássia pegamos uma rodovia cheia de curvas e subidas mas a vista era linda. 

Chegando tem um estacionamento imenso... andar de carro por lá é meio complicado porque as ruas são estreitas...(a não ser que você tenha um carro tipo o do Mrs. Bean hehehe).

Cássia fica bem no alto da montanha e não precisamos fazer esforço nenhum para subir, pois tem escadas rolantes heheh (adorei isso).O lugar é muito tranquilo e as pessoas bem simpáticas. 

O estabelecimento estava fechado pois era hora da sesta

Almoçamos em um restaurante bem bonitinho e com uma massa excelente e fomos em direção ao santuário e ao mosteiro onde Santa Rita morou até a sua morte.


Em vista de outras igrejas, essa é bem simples, mas é linda e é lá que se encontra o corpo incorrupto de Santa Rita, que impressiona pelo estado de conservação.



Fomos conhecer o mosteiro onde ela passou parte da vida e também o quarto onde ficou enclausurada. Entre o mosteiro e esse quarto, tem um espaço aberto com várias  roseiras e bem na hora em que fomos atravessar o caminho até o quarto, do nada veio uma chuva e molhou todos da minha família.. o engraçado foi que quando chegamos do outro lado, a chuva parou..



O quarto é pequeno e tem apenas essa estrutura no lugar onde era a cama e uma pequena janela (foto abaixo).


O lugar transmite uma paz tão grande e o cheiro de rosas é intenso no ar. Foi um passeio muito especial, estávamos precisando...

O post hoje foi curto, mas eu não podia deixar de falar um pouquinho desse lugar tão cheio de paz..
Beijos, e até a próxima!

Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©